Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Obsessing all over again!

por Mi ♥, em 04.02.14

O vestidinho já cá canta, mas agora faltam os acessórios.

 

See, I told you my obsessions never end!

 

Não queria ir pelo tradicional prateado (muito previsível) nem pelo preto que se usaria (e muito bem) com este vestido.

 

Então, escolhi azul marinho! Que vos parece? Eu sei que pelas fotos o vestido não parece ter nada a ver com  azul marinho, mas acreditem que aqueles berlicoques ali em jacquard vão muito bem de azul.

 

Posto isto, começou a demanda pelo casaco azul marinho, pelos sapatos azuis marinhos, pelo colar azul marinho... Tudo muito oceanário...!

 

Sim ou aposta falhada?

 

Ah!!!! Sim, os azuis aqui são todos diferentes, mas como eu vou comprar o tecido, compro tudo igual...

Inclusive para forrar os sapatos e aplicar-lhe ali umas pregadeiras... sim, não vou dar 200 e tal oiros por uns sapatunfos (mesmo que sejam tão lindos como estes da Badgley Mischka, coisa mai linda!!!).

 

 

So what do you say?

 

 

 

publicado às 11:11

Coisas de Mi...

por Mi ♥, em 03.02.14

Eu fico louca na época dos saldos.

 

Já não é segredo para ninguém que faço muitas (e boas!) compras nos saldos.

Tanto que fico em modo avarenta o resto do ano porque não consigo sacudir aquele sentimento de "epa, mas porque é que eu vou pagar x agora se daqui a uns mesitos pagaria -xxx?" e acabo por comprar muito pouco ao longo do ano - "pena" que os saldos, discontos e promoções se estiquem ao longo do ano - pena para o marido, não para mim. Adiante. 

 

Eu já andava à espreita dumas botinhas de cano alto pretas e outras bege para substituir as minhas botinhas de cano meio alto cheias de tachinhas e spikes que estavam tão em moda, mas que não me deixam à vontade no trabalho... Iamginem tudo de fatinho e lacinhos e bidu budi, e eu de botas pretas cheias de spikes!

 

Por isso, até bati palminhas de felicidade quando vi umas botinhas, umas pretas, outras bege, exactamente como queria, de pele, em saldos, na Zara!!! Maravilha!

 

Mas só tinham o número 36. "Oh não faz mal porque estas que comprei o Inverno passado são o 37, mas já me ficam a boiar. Logo, as 36 vão ficar perfeitas!..." Justidiquei-me assim e comprei os dois parzinhos 36 online.

 

Ora, se comprar sapatos online tem a vantagem de que os mesmos vêm novinhos, dentro dum saquinho de plástico, numa caixinha, cheios de pouffs dentro, sem nunca terem sido experimentados... Comprar sapatos online também tem a desvantagem de nunca terem sido experimentados!!! Ou seja, vêm bem mais apertadinhos...

 

Pronto, resumindo. As botas ficam-me super apertadas. Tão apertadas que fui calçar as botas que me ficam menos apertadas para ver se com o uso elas alargam um bocadinho e ando a coxear... Já me vieram perguntar se me magoei durante o fim-de-semana ao que respondi "sim" (o meu ego, por exemplo, a minha dignidade com certeza!).

 

Estão tão apertadas que mesmo estando sentada, já não sinto nada da barriga da perna para baixo.

 

Se me der a macacoa e cair aqui para o lado, ou tiver que amputar os dois pés, ao menos vão lindos. Dentro das botinhas creme, camurça fofinha  (porque de lá já não me parece que saiam...). 

 

publicado às 15:02

blogo-famosos

por Mi ♥, em 09.01.14

Detesto blogs de famosos.

 

Não daqueles que se tornaram famosos depois do blog. Não. É mesmo daqueles que acham que podem ter outra fonte de rendimento ali no meio de gravar uma Maria Antonieta e uma Maria Jaquina na novela da noite.

 

Arghhh!

 

É que não sabem escrever (e depois dizem coisas lindas como "et voilat"... really?), escrevem posts a dizer "epa, estive doente e fui ao médico", têm fotos de cócó nos blogues e ... ainda assim têm 188 comentários!!!

 

Jezz, que culto absurdo dos famosos!

 

Já para não falar da imagem estilhaçada que agora se grava na minha mente de um ou outro famoso de quem eu até gostava!!!

 

Ah! E aprendam a usar vírgulas.

 

Jezz.

 

Adenda: Epa, alzaimer... lindo! Et voilat!!! Cest ssa.

publicado às 15:38

Arghhh!

por Mi ♥, em 09.01.14

Férias são sinónimo de clausura. Não, não, deixem-me frasear isto melhor.

 

Férias são antónimo de clausura.

 

Porque é quando estou enclausurada aqui dentro deste bloco de 4 paredes, com o mundo apenas dentro dum ecrã, que tenho necessidade de escrever. Escrever para mim faz-me sentir que falo com alguém, que debito sobre os meus problemas ou as minhas futilidades com o "colega do lado", só que não está ao lado, está em frente, dentro dum computador qualquer.

 

Quando estou de férias, estou livre, estou em contacto com os amigos físicos, com os amigos de e para sempre. E não tenho necessidade de escrever para contar o meu dia-a-dia. Porque estou ali a vivê-lo com eles.

 

Passei duas semanas e meia a aproveitar a minha casa, a renovar, a acomodar novos habitantes, a planear, a concretizar, a divertir e ser divertida, enrolada no sofá, deitada no chão, a rebolar. Tudo a dois e às vezes a três. Outros dias a 10, outros a 20!

 

Sempre acompanhada, nunca sozinha. E não sinto necessidade de escrever quando estou assim.

 

Hoje voltei à leitura de alguns dos blogues habituais e li num daqueles que me diz mais, qualquer coisa que percebi como sendo "não tendo vontade/disponibilidade/pachorra para entregar conteúdo de x em x tempo, bye bye!" e fiquei triste e depois zangada.

 

Quando é que isto dos blogues passou a ter horários, deadlines, linhas editoriais e objectivos de produção? Ou melhor, desde quando é que estes blogueres, tão cândidos, tão fiéis a si mesmos, tão pessoas reais, acham que têm que produzir para serem interessantes ou readables?

 

Eu prefiro um post por mês com conteúdo, do que um diário de lixo!

 

E eu também quero ser lida, a sério que sim. Eu quero que alguém leia as minhas  maluquices e pense "epa, existe alguém como eu neste mundo tresloucado!". Eu quero que alguém leia os meus desabafos de mãe e sinta empatia. É como comunico com os outros. Com aqueles que se parecem comigo, mesmo que estejam a centenas ou milhares de km de distância!E, call me crazy, é como crio relações com aquelas pessoas que nunca terei possibilidade de ver, mas que sei que seria um best friend se tivéssemos calhado a nascer no mesmo país ou na mesma zona, no mesmo ano, andar na mesma escola, cursar a mesma Universidade, trabalhar juntos... As vicissitudes da vida pode nunca trazer-me essas pessoas fisicamente, mas espero que a internet traga.

 

Que traga mas que não cobre.

 

publicado às 14:19

Momentos eternos

por Mi ♥, em 18.12.13

Ontem estavas chorona e não querias dormir sozinha. Ultimamente isto tem acontecido com alguma frequência e quando chega a hora de ir para a caminha, ora pedes "caminha papá" ora agarras-te a mim com toda a força que os teus bracinhos aguentam e não largas.

 

E ontem foi assim, agarraste-te à mamã e não querias largas. Posso contar-te um segredo? A mamã também não queria largar! Mas tem de ser, para te (re)habituares a dormir na tua caminha porque é assim que tem que ser. E aqui um aparte. Não, eu também não sei "porque assim tem de ser" e compreendo-te. Compreendo que querias dormir ao lado de nós, quentinha, a sentir a nossa presença mesmo ao teu lado, o nosso abraço, os nossos beijinhos. compreendo porque eu, e o papá também, queremos sempre a mesma coisa. Mas nós temos um ao outro e tu ficas sozinha no teu quarto... E eu também não consigo justificar isto! Sim, eu sei que tu dormes (dormir mesmo, não os momentos antes ou depois) melhor sem nós ali ao lado a limitar-te o espaço. E por isso, tens que ficar na tua caminha...

 

Mas ontem não queria, nem por nada! Como a mamã não cabe na tua cama, fiquei ali ao lado, de braços entrelaçados nas grades, com a mão na tua almofada, a tentar convencer-te a ficar assim, a deitar-te... Sentaste-te e depois acabaste por te deitar.

 

E ficámos assim as duas. A mamã sentada no chão, com a cabeça apoiada numa almofada na cadeira, de braços esticados num abraço que rompe barreiras e grades, com uma mão debaixo da tua cabecinha e a outra apoiada no teu ombrinho... Tu de bochecha encostada na mão da mamã, olhos grandes, ternurentos a mirar-me e mão na minha bochecha.

 

Ficámos assim muito tempo. E se bem que qualquer pessoa ficasse desconfortável e com dores de costas e rabo só de olhar para mim, foi a posição mais confortável em que estive desde há muito tempo... Mesmo com pé dormente. ;)

 

Tudo porque amo a ti.

 

Quis que este momento ficasse imortalizado pela fotografia, mas não correu bem. Assim, fica eternamente na nossa, tua e minha, imaginação...

publicado às 11:59

Mais uma voltinha, mais um vestidinho, take #2

por Mi ♥, em 12.12.13

E chegou ao fim a obsessão*!!!

 

Senhoras e senhoras (duvido que além do meu maridinho, ande para aqui alguém do sexo M a ler estas parvoíces - pelo menos os homens que conheço, têm a mania que só podem ler blogs que falem: A) de futebol, ou B) engenhocas geeks ou C) de como a teoria da relatividade influencia o acasalamento dos bichos da seda no Alasca)

eis THE ONE!

 

   

 

 

Ok, admito, não era dos meus preferidos, preferidos! Mas o preço tão lindo, com um corte moderno, um brilho especial, fez-me adorar o vestido.

E quando o vi "em mãos" rendi-me. É que por 37€ que esta "alminha" custou, nem vou passar as vistinhas em mais trapo nenhum!

 

Tá muito bom. É verdade, o preço ajudou bastante à compra, mas o vestido É mesmo muito bonito, É mesmo de excelente qualidade, FICA-ME mesmo muito bem e É mesmo aquilo que eu queria. Não é tão branco como parece na imagem, mas muito mais prateado. Aqueles motivos ali em jacquard (nem me perguntem o que isto significa uo tradução em português) parecem ser feitos em apenas linhas prateadas, o que lhe dá um brilho super giro!Tem uma saia de tule por debaixo, para lhe dar mais volume e realmente fica com muito mais volume do que na foto. Como é um tiny tiny curto para esta mãe que tem que andar a correr atrás de mini Ms, dobrar-se para apanhá-la do chão e poses afins, comprei no meu querido eBay uma sainha de tule extra, com mais comprimento que ainda lhe vai dar um ar mais rodado e que é mesmo para ficar aí uns 10 cm à mostra. Sim, fica giro.

 

Quando estiver tudo compostinho, eu tiro fotos ao original. É que entretanto, assim como os piolhos, também o vestido foi passear ao Luxemburgo de fim-de-semana mas esqueci-me de o trazer de volta, pelo que ficou em férias prolongadas. Tudo isto antes de lhe tirar uma fotozinha. Crap.

 

Agora faltam os sapatos. E o casaco. E as joias. E depois recomeça tudo para Mini M.


See, my obsessions never end!

 

* Until the next one! Acho honestamente que estas "pequenas" obsessões com frivolidades é a maneira que o meu cérebro arranjou de criar um escudo contra tantos problemas, tanto azar, tanto peso que a vida me tem trazido...

 

publicado às 15:15

Go red!

por Mi ♥, em 12.12.13

Pronto, para tratar de matar a bicharada que habita (ou habitava) aqui no 5º andar, fiquei ruiva.

A tinta foi daquelas que fazer queimar os pelinhos do nariz e quase que ficava com uma mega mancha que mais parecia um chupão no pescoço (graças a Deus pelo creme Nivea que remove isto tudo), por isso acredito que a bicharada esteja mais que morta!!!

 

Ou isso, ou elevei os piolhos a fashionistas. God no.

 

 

 

Entretanto, a bicheza da miúda também não dá sinais de vida após a double shot do remédio. Claro que a piquena continua com comichões mas nada que o meu A-Dermazinho não trate... Queridinho.

publicado às 14:56

O gang do piolho!

por Mi ♥, em 11.12.13

Olá, o meu nome é Mi e tenho piolhos.

 

É verdade, os bichinhos apoderaram-se da cabeça de miss M. e vieram ver as vistas na minha por afinidade!

Eu bem que estranhava tanta comichão e tanta coçadela da miúda, mas o R. dizia sempre que era da minha cabeça...

 

E era!!! Da minha e da dela.

 

Deve ter apanhado na creche, ninguém avisou, ninguém disse nada e andámos as duas a passear os bichinhos. Inclusive levámo-los além fronteiras, a dar uma voltinha ao Luxemburgo, no final de semana!Não se podem queixar de falta de afecto.

 

Problema identificado, foi tempo de pôr mãos (e pentes!) à obra e exterminar as bichezas! Fui à farmácia e comprei toda a parafernália destinada à matança: Paranix, o pente e tudo mais! A miúda distraiu-se com o Pingu no tablet (abençoada tecnologia!!! como seria antigamente!? Punham os miúdos à janela para ver o "filme" dos vizinhos?) e toca de lhe passar o spray, que mais parece Óleo Johnson. Toca de lavar cabelo, examinar fio a fio, passar o pente em cada mecha do cabelo da miúda enquanto a minha irmã (abençoada!) me fazia o mesmo a mim.

 

Passar a casa, também, a pente fino, e vai de pôr tudo para lavar: roupas de cama, roupas que se usaram recentemente, cobertores da sala, barruços e cachecóis, tours de lit e essas tretas todas, almofadas, peluches, TUDO AO BANHO!

 

Parecia que as bichezas finalmente tinham morrido. Mas e a comichão, senhores!?!?! A comichão continua. E a miúda continua cheia de pequenas crostas e feridas de tanta coceira... Vai daí, e como também não percebi nada do que me disseram na farmácia, toca de aplicar outra vez o produto, decorridas apenas 24h. Conclusão: agora não sei se a coceira se deve à piolhagem ou ao produto!!! Caso para dizer, "se não morre da doença, morre do remédio"... Oh Deus!

 

Eu até já andei a ver se podia pintar o meu cabelo com uma daquelas tintas super fortes que até nos deixam os olhos a arder para, pelo menos solucionar de vez o meu problema e poder focar-me só na miúda. É que agora que ela parece estar de cabeça limpa, era só o que lhe faltava ter uma mãe piolhosa que voltasse a descarregar os "amiguinhos" na cabecinha dela!!! Mas não sei se isso vai matar as pequenas incubadoras de piolhos, as lêndeas. Também já andei a pesquisar nessa internet afora e descobri que o vinagre tem resolvido o assunto para muita gente... Mas já não chega andar com a cabeça a parecer uma garrafa de óleo, ainda tenho que juntar o vinagre!? Um bocadinho de alface e tem-se ali uma bela saladinha...

 

Pronto, agora a minha vida gira em torno de bichinhos microscópicos e estou uma verdadeira serial killer! Escusado será dizer que também estou paranoica e vejo piolhos em todo o lado. Ontem podia jurar que vi um na minha bolacha.

 

Riam-se. Podem rir-se. Somos oficialmente o Gang das Piolhosas! O pai, esse, saiu incólume. Nem as bichinhas querem nada com ele. ;)

publicado às 14:42

How did this happen!?

por Mi ♥, em 04.12.13

Another crisis of deep bipolar disturb? Check.

 

Primeiro, a criatura (eu) nem queria ouvir falar em tal pessoa.

 

Depois, a criatura (eu) ficou fula e já nem queria ir ao casamento.

 

Nos entretantos, a criatura (eu) já andava a instigar as massas para fazer um boicote ao evento.

 

A seguir, a criatura (eu) jurou aos sete e mais um ventos que ia, contrariada mas ia, mas que nem ia comprar um vestido novo! Gastar dinheiro com aqueles!? Humpf.

 

Ainda depois, a criatura (eu) ficou indignadíssima por terem escolhido a sua cria para menina das alianças. E disse que ia recusar. Não recusou.

 

E agora, a criatura (eu) anda a fazer-se de wedding planner e até foi incumbida de contactar (e quase escolher!!!) o fotógrafo e filmmaker.E até já anda a escolher vestidos todos XPTO.

 

Expliquem-me.

Como. Foi. Que. Isto. Aconteceu!?!?

 

Ai ai, gostava tanto de poder encarnar a *biAtch* que (não) há em mim...

publicado às 12:00

Melhor comment de sempre!

por Mi ♥, em 04.12.13

Surgiu por aí, nisto do mundo encantados dos bloggers, uma "figura pública" muito irritada com emails que recebe a chamá-la de interesseira só porque a pobre "experimenta aí o batonzinho ou trinca a bolachinha", contando depois aos amigos. 

 

Eu nem fui capaz de ler as linhas todas que tal figura pública escreveu. Nem sequer costumo "lê-la" porque sinceramente, custa. Custa muito ler palavras assassinadas em praça pública sem que alguém faça nada para o impedir! 

 

Vai daí, este comentário, o primeiro, fez TODO o sentido e acho que foi o melhor comentário que já li em qualquer blog!!!

 

 

 

Isto é que faltava a muitas "figuras públicas", bloggers e géneros afins.

publicado às 10:53

Mensagens

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728




Google +1


Instagram