Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



♥ Baby Love ♥ há 17 meses

por Mi ♥, em 13.03.13
Mais um mês de ti, mais um mês de mim como mãe, mais um mês de nós como família.

Mais um mês de aventuras, mais um mês de descobertas, mais um mês de conquistas.

Mais um mês de carinho, mais um mês de muito amor, mais um mês de miminhos.

Mais um mês de gritinhos, mais um mês a medir forças, mais um mês de personalidades fortes.

Mais um mês de ternura, mais um mês de manhãs passadas a três no quentinho, mais um mês de risos.

Mais um mês de novas palavras, mais um mês de quedas, mais um mês de adaptações.

Mais um mês de alegria, mais um mês de vida ao máximo, mais um mês de loucura.

Mais um mês a ensinar-te, mais um mês a aprender contigo, mais um mês a caminharmos juntos.

Mais um mês de traquinices, mais um mês de travessuras, mais um mês de "nãos". 

Mais um mês a amparar as tuas quedas, mais um mês a limpar as tuas lágrimas, mais um mês a embalar-te no meu colo.

Mais um mês de olhares rasgados e meigos, mais um mês de mãos dadas, mais um mês de trilhos percorridos a três.

Mais um mês de sorrisos, mais um mês de razões para ser feliz, mais um mês a sentir-me completa.

Mais um mês de inseguranças, mais um mês de medos, mais um mês "às apalpadelas pela maternidade".

Mais um mês de orgulho (muito!), mais um mês de peito cheio, mais um mês de abraços quentes.

Mais um mês de beijinhos babados, mais um mês de festinhas de mini mãos, mais um mês de sorrisos marotos prontos a fazer asneiras.

Mais um mês contigo, mais um mês a três, mais um mês a amar-te.

Mais um mês, mais um ano, mais a eternidade!




publicado às 17:08

♥ Baby Love ♥ há 17 meses

por Mi ♥, em 13.03.13
Mais um mês de ti, mais um mês de mim como mãe, mais um mês de nós como família.

Mais um mês de aventuras, mais um mês de descobertas, mais um mês de conquistas.

Mais um mês de carinho, mais um mês de muito amor, mais um mês de miminhos.

Mais um mês de gritinhos, mais um mês a medir forças, mais um mês de personalidades fortes.

Mais um mês de ternura, mais um mês de manhãs passadas a três no quentinho, mais um mês de risos.

Mais um mês de novas palavras, mais um mês de quedas, mais um mês de adaptações.

Mais um mês de alegria, mais um mês de vida ao máximo, mais um mês de loucura.

Mais um mês a ensinar-te, mais um mês a aprender contigo, mais um mês a caminharmos juntos.

Mais um mês de traquinices, mais um mês de travessuras, mais um mês de "nãos". 

Mais um mês a amparar as tuas quedas, mais um mês a limpar as tuas lágrimas, mais um mês a embalar-te no meu colo.

Mais um mês de olhares rasgados e meigos, mais um mês de mãos dadas, mais um mês de trilhos percorridos a três.

Mais um mês de sorrisos, mais um mês de razões para ser feliz, mais um mês a sentir-me completa.

Mais um mês de inseguranças, mais um mês de medos, mais um mês "às apalpadelas pela maternidade".

Mais um mês de orgulho (muito!), mais um mês de peito cheio, mais um mês de abraços quentes.

Mais um mês de beijinhos babados, mais um mês de festinhas de mini mãos, mais um mês de sorrisos marotos prontos a fazer asneiras.

Mais um mês contigo, mais um mês a três, mais um mês a amar-te.

Mais um mês, mais um ano, mais a eternidade!




publicado às 17:08

Quer trabalhar fora do país?

por Mi ♥, em 13.03.13
Ainda recebo as newsletters de emprego do Sapo.
Não sei porque nunca as desactivei. Talvez a esperança de encontrar algum emprego em Portugal e voltar ainda esteja mais acesa em mim do que pensaria estar, à partida.

Mas a verdade é que recentemente são frequentes as solicitações de emprego "para fora" nestas newsletters.

E isso deixa-me triste. Muito triste. Sem esperança de voltar e sem esperança de ter esperança que os meus amigos consigam sobreviver aí...

Como é que chegámos a este ponto? Como é que voltaremos atrás? O que acontecerá no futuro?

Só consigo pensar que estamos a viver numa época de mudanças. Nada será igual ao que foi. E o incerto, o desconhecido, faz-me doer a barriga. Faz-me ter o coração apertado.

E o que será da minha filha? E das filhas dos outros?

publicado às 14:02

Quer trabalhar fora do país?

por Mi ♥, em 13.03.13
Ainda recebo as newsletters de emprego do Sapo.
Não sei porque nunca as desactivei. Talvez a esperança de encontrar algum emprego em Portugal e voltar ainda esteja mais acesa em mim do que pensaria estar, à partida.

Mas a verdade é que recentemente são frequentes as solicitações de emprego "para fora" nestas newsletters.

E isso deixa-me triste. Muito triste. Sem esperança de voltar e sem esperança de ter esperança que os meus amigos consigam sobreviver aí...

Como é que chegámos a este ponto? Como é que voltaremos atrás? O que acontecerá no futuro?

Só consigo pensar que estamos a viver numa época de mudanças. Nada será igual ao que foi. E o incerto, o desconhecido, faz-me doer a barriga. Faz-me ter o coração apertado.

E o que será da minha filha? E das filhas dos outros?

publicado às 14:02

Justino Castor

por Mi ♥, em 13.03.13
Ora Justino Castor (ou Justin Bieber, como diriam os nossos "Deutsch Freunden") esteve em Portugal em concerto.

Justino Castor é um puto maniento, que não canta nada e que vomita em palco porque "bebeu muito leite".
Justino Castor causa a euforia nas miúdas (e alguns miúdos) de até 15 anos.
Não se percebe porque é que Justino Castor causa tão grande admiração já que tem cara de cu. Mas também o Nick Carter dos Backstreet Boys tinha cara de enjoado e não foi por isso que deixei de colar posters gigantes em todos os meus cadernos, encapando-os até com aquela cara de menino que ainda bebe leite, olhinhos azuis céu e cabelinho esquisito.
Justino Castor é tatuado no corpo de tais miúdas (e miúdos ?).
E isto é que já me faz muita confusão. Que tais miúdas (e miúdos) até gostem de Justino Castor, tudo bem. Eu também já me vesti de Gerri Halliwell das Spice Girls com direito a mini vestido, cabelo despenteado, tingido de vermelho.
Mas fotografias queimam-se. Cadernos encapados, escondem-se. E vídeos gravam-se por cima!
Se eu já morro de VERGONHA por mostrar os meus cadernos com a fronha do Nick, a dizerem "Amo-te David" (oi? Quem é este David mesmo!?!?) e cheios de coraçõezinhos à volta de um "M+P=Amor Eterno" (And once again, oi?! Quem é o P!?!) imagino estas rapariguinhas com Justinos Castores tatuados pelo corpo...

Mas não são os pais que devem nos proteger destas burrices coisas!?

Estes pais modernos da Geração Morangos com Açúcar, que só são fixes se deixarem os miúdos de 15 anos terem 27 namorad@s e dormirem fora de casa praticamente todas as noites, ou serem rebeldes (porque, hey!, afinal eles são a "Geração Rebelde"!!!) metem-me cá um fastio!!!
Hello? Não, vocês não têm que ser os melhores amigos dos miúdos (neste sentido) e acompanhá-los ou aplaudirem-nos quando perderem a virgindade aos 12 anos!
E sim, em algum momento da vossa vida, vão mesmo ter que levar com um "odeio-te! Quem me dera sair de casa ou nunca ter nascido!" Saberão assim que estão a fazer o vosso papel...

Deixem lá de compensar a falta de tempo de qualidade com os vossos miúdos com dias acampados à porta do Pavilhão Atlântico enquanto o vosso petiz (masculino) grita a plenos pulmões: I Love Justin Bieber!!!

Oh God, onde é que isto vai parar? 

"“Oh mãe como se escreve Bieber?”, pergunta uma menina que não terá mais de dez anos. Está sentada no chão do Pavilhão Atlântico e enquanto espera que o concerto comece prepara um cartaz a dizer “I love Justin Bieber”. Não sabe escrever o nome do seu ídolo e dificilmente perceberá o que ele canta mas isso não interessa nada. Até porque não é a única. A média de idades só não é tão baixa pela presença dos pais, que também são muitos."
Texto retirado daqui.





publicado às 10:30

Justino Castor

por Mi ♥, em 13.03.13
Ora Justino Castor (ou Justin Bieber, como diriam os nossos "Deutsch Freunden") esteve em Portugal em concerto.

Justino Castor é um puto maniento, que não canta nada e que vomita em palco porque "bebeu muito leite".
Justino Castor causa a euforia nas miúdas (e alguns miúdos) de até 15 anos.
Não se percebe porque é que Justino Castor causa tão grande admiração já que tem cara de cu. Mas também o Nick Carter dos Backstreet Boys tinha cara de enjoado e não foi por isso que deixei de colar posters gigantes em todos os meus cadernos, encapando-os até com aquela cara de menino que ainda bebe leite, olhinhos azuis céu e cabelinho esquisito.
Justino Castor é tatuado no corpo de tais miúdas (e miúdos ?).
E isto é que já me faz muita confusão. Que tais miúdas (e miúdos) até gostem de Justino Castor, tudo bem. Eu também já me vesti de Gerri Halliwell das Spice Girls com direito a mini vestido, cabelo despenteado, tingido de vermelho.
Mas fotografias queimam-se. Cadernos encapados, escondem-se. E vídeos gravam-se por cima!
Se eu já morro de VERGONHA por mostrar os meus cadernos com a fronha do Nick, a dizerem "Amo-te David" (oi? Quem é este David mesmo!?!?) e cheios de coraçõezinhos à volta de um "M+P=Amor Eterno" (And once again, oi?! Quem é o P!?!) imagino estas rapariguinhas com Justinos Castores tatuados pelo corpo...

Mas não são os pais que devem nos proteger destas burrices coisas!?

Estes pais modernos da Geração Morangos com Açúcar, que só são fixes se deixarem os miúdos de 15 anos terem 27 namorad@s e dormirem fora de casa praticamente todas as noites, ou serem rebeldes (porque, hey!, afinal eles são a "Geração Rebelde"!!!) metem-me cá um fastio!!!
Hello? Não, vocês não têm que ser os melhores amigos dos miúdos (neste sentido) e acompanhá-los ou aplaudirem-nos quando perderem a virgindade aos 12 anos!
E sim, em algum momento da vossa vida, vão mesmo ter que levar com um "odeio-te! Quem me dera sair de casa ou nunca ter nascido!" Saberão assim que estão a fazer o vosso papel...

Deixem lá de compensar a falta de tempo de qualidade com os vossos miúdos com dias acampados à porta do Pavilhão Atlântico enquanto o vosso petiz (masculino) grita a plenos pulmões: I Love Justin Bieber!!!

Oh God, onde é que isto vai parar? 

"“Oh mãe como se escreve Bieber?”, pergunta uma menina que não terá mais de dez anos. Está sentada no chão do Pavilhão Atlântico e enquanto espera que o concerto comece prepara um cartaz a dizer “I love Justin Bieber”. Não sabe escrever o nome do seu ídolo e dificilmente perceberá o que ele canta mas isso não interessa nada. Até porque não é a única. A média de idades só não é tão baixa pela presença dos pais, que também são muitos."
Texto retirado daqui.





publicado às 10:30

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31