Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



When they steal a piece of you...

por Mi ♥, em 13.05.13

publicado às 16:43

♥ Baby Love ♥ há 19 meses

por Mi ♥, em 13.05.13
Mesmo que não me apeteça escrever sobre qualquer outra coisa, escrevo-te a ti.
Isso é algo com que sempre poderás contar.

E hoje já fazes 19 meses. Um ano, 7 meses. E és a minha pequena mulherzinha.

Repetes tudo o que dizemos, tens a tua própria vontade (que não deve ser contrariada!), és inteligente e sabes como conseguir o que queres...

Continuas muito sociável, risonha, a alma de todas as festas...Reclamas se algum estranho na rua não te der atenção!

Gostas de muitas pessoas e tens muitas pessoas que te amam...

E, eu sei que tu és pequenina.
Eu sei que me vais amar a mim mais do que a qualquer outro.
Eu sei que não tens culpa...
Mas, eu não sou a pessoa que tu mais amas. Pelo menos é como me sinto. Hoje.

Dizes-me adeus com facilidade quando te entrego nos braços da vóvó...
Preferes o colo do papá quando te magoas...
Chamas pelo vôvô quando vês a foto dele no corredor...
Esticas os bracinhos quando vês a D. passar.
Foges, a correr, para ir ter com o H....
Reclamas o colo do M.
Dizes-me adeus dos braços deles...

E isso estilhaça um bocadinho o meu coração... Porque eu queria que tu me amasses como eu te amo a ti.
Imensuravelmente. Profundamente, com todas as minhas forças! 
Eu queria que tu me visses como eu te vejo, e fosse a tua pessoa preferida, como tu és a minha.
Queria que chorasses quando me vou embora, como eu choro por dentro quando te entrego.
Que sentisses a minha falta, como eu morro de saudades de ti. 

A culpa é minha, bem sei... Sempre quis, tentei que fosses sociável, amigável para toda a gente.
Não queria que te apegasses demais a mim, só, para não sofreres com a minha ausência. 
Quis continuar a ser mulher, e amiga, e esposa, e irmã, e filha, e profissional, e sobrinha, e neta... E não apenas mãe.

E agora arrependo-me... Porque sou tudo isso, mas não sou acima de tudo mãe. Não. Sou tudo.
E uma parte de mim queria tanto que quisesse ser apenas mãe, tua mãe...

Mas deixa-me dizer-te que não me sinto mais feliz a ser mulher, e amiga, e esposa, e irmã, e filha, e profissional, e sobrinha, e neta do que tua mãe. 

 E vou sempre ser, como sou, aquela que te educa (como a vóvó não faz), aquela que tem mais paciência para as tuas birras (que o papá não tem), aquela que te enche de beijinhos (mais do que o vôvô) aquela que anda de gatas no chão contigo (como a D.), aquela que te protege sempre (mais do que o H.), aquela que te troca as fraldas (que é impensável para o M.) e aquela que te ama mais do que todos...

publicado às 16:32

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031