Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Angelina Jolie e a coragem.

por Mi ♥, em 14.05.13
Li hoje que a melhor actriz de sempre (na minha perspectiva, obviously) fez uma mastectomia dupla!!! preventiva... Leiga (felizmente!!!) como eu, nem sabia o que isso era... Vá, a parte do preventiva.


Ela descobriu ter o gene do cancro da mama o que lhe daria 87% de probabilidades de desenvolver o mesmo... Vai daí, não esteve de modas e, para não ver os seus filhos sofrer o que ela própria sofreu (visto que a sua mãe também lutou contra a doença), optou pela escolha mais "segura", mas nem assim menos dolorosa...

Admito que não sei se teria a mesma coragem...
Se não viveria na esperança de me encolher ali nos 13% e salvar as "amigas". Sei que, depois da gravidez, as tais nunca mais foram as mesmas e ainda hoje tenho vergonha de as despir à frente dele.

Por isso, uau!

Gostava de ter a mesma clareza, o mesmo amor-próprio e a mesma força que esta mulher tem (já nem falo no resto, não é?).

Vou estar atenta ao artigo que a prórpia escreveu My medical choice e como ela descreveu todo o processo e como se foi sentindo...

E vai ser lindo de ver o maior sex symbol do planeta, dar a volta por cima e redefinir para muitos o conteito de beleza!

Que exemplo!

publicado às 16:44

I just don't know what to do...

por Mi ♥, em 14.05.13
A maré de trsiteza e desalento continuam a empurrar o barco de cá.

Há dias, semanas, horas ou minutos assim. Há que esperar que os ventos mudem. Mas até lá, pelo menos deito fora algum peso deste "barco".

É que ultimamente ando mesmo à deriva. Sem saber o que fazer, como fazer.
Pensei que a pior fase da M. tinha passado e que agora seriam só "rainbows and butterflies". Ah ah. I wish.

Saber educar requer mais arte e ciência do que como lhe dar banho, trocar fraldas, que leite é aconselhável, como fazer receitas para bebé, como evitar que se magoe, como brincar, o que fazer em caso de febre, ou queda, ou corte tudo junto!

E eu não sei. Não sei mesmo. Ainda não encontrei o Manual de Instruções adequado (funny, right? Já que escreve-los é o meu trabalho...) e desconfio que nunca encontrarei.

A M. é uma pestinha. Mesmo pestinha, com uma energia que não acaba mais. Eu sei que neste momento passa nas vossas cabeças "ah sim, o meu/a minha também é uma peste!" mas vocês não sabem o que é ser peste até terem conhecido a M.

Don't get me wrong. Ela também consegue ser fofinha e querida e miminhos. Quando quer. Para quem quer.

Se há coisa que a miúda sabe bem é o que quer, quando quer e de que maneira quer. Nisto não saiu à mãe, não.

E eu não sei como contrariar, se devo contrariar, se devo insistir, se não devo insistir, se devo dar palmadas, se não devo dar palmadas, se devo ralhar, se devo deixá-la ser a indiazinha que é...

Não sei, 
não sei, 
não sei!!!

E eu sou pessoa de gostar de saber tudo! Quero ter a certeza que estou a fazer tudo bem. Que estou a criar um ser humano decente, carinhoso, sociável, inteligente, apto, desenvolvido, obediente, que ame a vida e as pessoas que fazem parte dela...

E não sei. Simplesmente não sei como "isto" sairá.

E ele não ajuda muito. Aliás, não ajuda nada. Nesse aspecto (e isto dava matéria para mais uns 300 posts) estamos completamente em desacordo.

Ele não tem uma "linha de pensamento ou acção" definida, vai ao sabor da maré. Eu gostaria de ter, pelo menos, uma rota e um destino!

E, se sempre funcionámos bem assim, perfeitos imperfeitos, agora chegámos a um ponto de colisão.

A maneira dele educar irrita-me. Não concordo. Não acho a mais correcta. A mais apropriada.
Ele fica irritado porque eu não o apoio. Porque "vou por trás e contrario-o".
A M. fica irritada porque o pai a irrita. E porque eu fico ali impotente. Para não criar mais tempestade. Ou porque intervenho e o pai se irrita e sai dali irritado. E me irrita.

E quando estamos assim, todos irritados, só me apetece fugir. Só me apetece deixar tudo, viver a vida de outros.

Queria não ter casado, queria não ter tido a M.... Queria a minha vida de volta.
Queria ter feito outras escolhas.

Odeio-os e amo-os mais que tudo.  
Does this make any sense at all?

publicado às 11:36

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031