Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E o casamento, como foi?!

por Mi ♥, em 23.05.13
Foi lindo!!!

A cerimónia realizou-se em duas partes: civil e religiosa, em dias diferentes...
Já na sexta-feira (cerimónia civil) Miss M tinha-se portado lindamente, a entregar as alianças, avançando devagarinho em direcção à tribuna, com um grande sorriso!

No Domingo (cerimónia religiosa) não podia ter corrido melhor!

Houve alguns contratempos de manhã como aqui a je deixar as chaves na porta e fechá-la (e sermos obrigados a arrombar a nossa própria casa às 3h30 da manhã), e Miss M não dormiu nada, sendo que a única vez que a fui pôr no berço (ainda de grades), passado uns 5  minutos fui encontrá-la de perninha de fora por cima das grades, prontinha a dar o impulso final para o chão... Graças a Deus ficou presa!

Ainda assim, a princesinha da festa estava linda e super feliz! Esteve sorridente durante toda a cerimónia e, quando o momento de entregar as alianças chegou, foi direitinha, de sorriso nos lábios, a olhar para a assistência... Entregou a flor das alianças, virou-se para o fotógrafo e camerman e para todos na assistência, bateu palmas e disse "Bravo"...

Foi O momento da festa! Todos riram, quiseram tirar fotos com ela e foi o centro das atenções durante todo o dia...

O sítio era maravilhoso, o tempo belga até ajudou durante o tempo em que estivemos a aproveitar o jardim exterior, os meus amigos (oi noivos) estavam mais que felizes, radiantes!

A-do-ra-ram as nossas surpresas, principalmente o primeiro filme em que gravámos as cenas mais importantes da vida a dois - como se conheceram, a primeira saída, as primeiras férias, o pedido de casamento - com outros "actores" e criámos o "Filme das Vossas Vidas", tudo em recriação ridícula, claro está! Um espectáculo!

E, ainda que a noiva me tivesse prometido que não ia chorar, não contiveram as lágrimas no segundo vídeo surpresa que fiz... Fiz um álbum em scrapbook com fotos deles e as qualidades do amor - puro, inocente, inextinguivel, ... - juntamente com fotos deles e dedicatórias. Depois gravámos o desfolhar do álbum e adicionámos um vídeo com as fotos de família, amigos e dos dois, com dedicatórias. No final, entregámos o álbum em mãos... Foi lindo... :) 

 A minha Miss M. portou-se muitíssimo bem todo o dia... Correu, brincou, foi ao colo de toda a gente, fazia pose para as fotos, riu-se muito! E até dançou!!! Sozinha ou acompanhada, por adultos ou outros miúdos, não saia da pista de dança... Rodopiava com o vestido e dançava, dançava... Estou morta por ver estas filmagens e fotos, pois ela rodopiou mais quando estava a ser filmada!!! Ahahah

O dia, para ela, acabou perto das 00h, quando adormeceu, na pista de dança, ao colo de um amigo... 

Ah! E o meu vestido foi a sensação! ;) Estava um pouco largo e demasiado comprido (as costureiras não sofrem do mesmo síndrome das cabeleireiras, estou a ver...) mas adorei o corte, a cor, o tecido, a fluidez... Era lindo! 

Por isso, em conclusão, como diria o quarteto: estava tudo muito bom, gostei de tudo. :D 

♥ Tudo a postos... ♥
♥ Muito Orgulho... Muita Baba!!! ♥

♥ Quanto Amor... ♥

♥ We are Family! ♥
♥ Pronto, troquei logo para os rasteirinhos... ♥

♥ Sempre com eles... ♥

♥ Happy! :) ♥
♥ Ooohhh... ♥

♥ Miss M. versão "Anita Mamã".  ♥

♥ R. detesta dançar. Foram uns bons 2min. ♥

♥ A pequenada divertida! ♥

♥ Sempre na pista de dança... Não sai ao papá, não! ♥

publicado às 12:23

Win-Win

por Mi ♥, em 23.05.13
(not).

A M. anda numa fase péssima. Desistiu da sopa, não a come nem por nada... Nem a Galinha Pintadinha (essa milagreira) já produz algum efeito!

E eu entendo-a. Juro que entendo. Porque eu (mau hábito ou não) sei o que é ter empatia.
Consigo imaginar-me no lugar dela, a comer sopa ao almoço e ao jantar, invariavelmente, durante quase 12 meses da sua vida. É chato, pois é.

Por isso, desisti eu também da sopa. Lá vou insistindo, mas não tanto quanto (o meu cérebro me diz que) devia.

Então andamos na fase da comida "à séria". Comida de "faca e garfo" ou, neste caso, só garfo. E tem corrido bem... E tem corrido mal, muito mal!

Porque a M. é assim (tinha que sair a mim) e tem esta personalidade bipolar, esquizofrénica, em que um dia é uma pessoa, outro dia, outra. 

E se há dias em que a Miss M. é uma pessoa que come tudo sozinha, pela sua mão (sem sujar o chão de forma a que o mesmo não seja mais perceptível no meio de tanta comida), sem birras, sem babetes a escorrerem de massa com carne, também há dias em que ela não come. Não come e ponto final.

Sim, sim, já tentamos de tudo...

Ser firmes e duros. Não funciona.
Pedir "por favoooor". Não funciona.
Distrai-la. Não funciona.
Chantageá-la. Não funciona.
Deixá-la sem comer. Não funciona.
Abrir-lhe a boca à força e empurrar para lá a comida. Não funciona.
Deixá-la na cama de castigo e tentar de novo. Não funciona.
Dizer-lhe que "esta é a última, JUROOO". Não funciona.

Se ela não quer, não quer.

Há por aí muito boas mães que vão já pensar que o defeito é nosso, meu e do pai. Porque somos muito brandos, porque somos muito duros, porque a chateamos demais, porque não a chateamos o suficiente, porque lhe fazemos as vontades, porque não sabemos "levá-la", porque o castigo não resolve nada, porque o castigo tem que ser mais tempo. Bla bla bla... Estou farta de teorias mirabolantes de outros filhos.

Essas mães não têm a M.
Essas mães não conhecem a M.
Essas mães não saberiam como agir com a M. Como eu não sei, admito.

As crianças são diferentes e estão diferentes, de dia para dia.

E a cada dia tenho que aprender a lidar com ela, naquele dia.

Há uns dias atrás não queria comer a carne. Queria iogurtes.
Não deixámos. Também não comeu a carne.
Foi para o quarto de castigo e voltou. Eu sabia que ela estava cheia de fome, porque já tinham passado há muito as três horas de intervalo entre a última refeição. Não comeu a carne.

O que é que eu fiz? Enganei-me.

Disse-lhe "ok, vou-te dar os iogurtes mas depois comes a carne ou vais de castigo."

Eu já sabia que ela não ia comer a carne. Mas ao menos não foi de castigo de barriga vazia.
E foi. Comeu os iogurtes, não comeu a carne. Foi de castigo e adormeceu...

Eu gosto de acreditar que no cérebrozinho dela, eu venci. Porque afinal cumpri a minha promessa de castigo.

Mas isso é o que EU gosto de acreditar. 

publicado às 11:28

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031