Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



É por isto que não deito a toalha ao chão...

por Mi ♥, em 03.07.13
Dele

"Acho que esse é o nosso problema de agora: só falamos de assuntos e não falamos de nós, não conversamos. Hoje fomos no carro mais de uma hora sem dizer nada... como é isso possível? Tenho ao meu lado a mulher que amo, por quem daria a minha vida sem sequer hesitar um bocadinho e não tenho nada para lhe dizer? Não é verdade... Há muito que te quero dizer! Quero te dizer o quanto te amo. Quero te dizer o quanto te admiro. Quero te dizer que te acho a mulher mais corajosa do mundo que foi capaz de me arrastar para este país quando eu não queria muito e que nos deu o melhor modo de vida que alguma vez tivemos! Sim, também tenho saudades de quando éramos só os dois, mas nós continuamos os dois, mas com mais uma. 

O problema é que acabamos a discutir.. E a culpa é dos dois. Ambos temos algo a dizer sobre todos os assuntos possíveis e não somos capazes de ouvir e calar, a não ser que estejamos de “trombas” e aí já e tarde de mais.

Porque só nos divertimos com outros? Não devíamos nós ser os melhores amigos? E se o fomos por tanto tempo porquê parar agora?
 
Eu não quero parar. Eu quero que sejas a minha melhor amiga, aquela a quem eu posso contar tudo e que não me vai julgar ou criticar... E eu quero ser o amigo a quem tu contas tudo e que mesmo que não concorde muito está lá para te apoiar! Não é impossível e nem sequer é difícil ou algo que nunca tenha acontecido...
 
Precisamos de recomeçar, relembrar, reaprender a amar... 
 
Eu sei que falar é fácil, mas da tua parte é preciso uma coisa: ACREDITAR.
 
Eu acredito, e acho que no fundo tu também acreditas. Mas devias acreditar mais. Devias pensar que sim, é uma fase que vai passar. 
 
Não significa ficar à espera que passe, significa fazer tudo para a melhorar...
 
Não tens saudades de nós?

Eles não vão voltar do nada, é preciso lutar e ninguém o vai fazer por nós.
Depende de ti e mim!
 
Acreditas???"
 
Quero muito acreditar... 

Tags:

publicado às 16:47

Alguém me explica como?

por Mi ♥, em 03.07.13

publicado às 14:22

Aching soul

por Mi ♥, em 03.07.13
Não quero dar-te um beijo só porque sim.
Não quero a monotonia na nossa vida.
Não quero pensar constantemente em como seria mais fácil se a M. não existisse, porque poderiamos separa-nos por algum tempo, para ver o que dá.
Não quero que fiques magoado.
Mas também não quero que fiques parado.
Que, quando choro sintas "é só mais uma fase, vai passar".

Não quero que tivesses mudado. Que eu tivesse mudado. Que estejamos a reencontrar-nos pela primeira vez e nada mais faz sentido.
Não quero que deixasses de me abraçar quando sou tirana.
Não quero não querer ter-te na minha vida. Mas é só nisso que penso.
Não quero estar contigo só pelas aparências.
Não quero deixar de sentir borboletas no estômago.
Não quero que me sejas indiferente. Que eu te seja indiferente.
Não quero viver nesta constante montanha russa. Onde ora estou triste, ora estou ok.
Não quero estar ok. O que é isso de estar ok?! Porque tenho que me resignar a estar ok!? Eu quero estar bem, feliz, sentir-me valorizada, amada. Quero sentir isso tudo também por ti. Sentir-te bem, feliz, amado.

Será que chegamos a um ponto de não retorno? Será que o amor se esgotou? A ampulheta deixou de verter areia? O relógio parou?

Como é que isto nos aconteceu? Nós que casámos jovens, que vivemos tantas histórias de amor, que enfretámos tantas adversidades juntos, que sobrevivemos a tudo e todos? Como?

Devíamos dar um tempo, fazer uma pausa, redefinir ideias e arejar sotãos velhos.

Procurar por ele, por aquele amor... Que deve estar no fundo de uma qualquer gaveta.


publicado às 13:56

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031