Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Palmada

por Mi ♥, em 23.07.13
Foi hoje... 

Hoje dei-te a tua primeira Palmada, com P maiúsculo, aquelas que doem. 

Estavas a fazer asneiras, a testar os limites, como sempre fazes. E foste para o castigo, que tão bem conheces. Mas hoje aventuraste-te, quiseste testar ainda mais o limite, roçar a fronteira com o proibido e o "deixa ver o que acontece"... 

Hoje eu queria ter-te sacudido o pó da fralda, como noutros dias. Mas hoje a minha mão pesou, fugiu-me do corpo e do controle e atingiu-te com mais força que eu queria. Que eu alguma vez queria. 

Choraste mas quem chorou mais fui eu. Os meus dedos ainda estão um pouco marcados na tua pele branquinha, suave e macia. Mas estão ainda mais marcados no meu coração, com um fogo, um peso, uma angústia de saber que, mais uma vez, falhei-te. 

Não percebes ainda mas um dia irás perceber, quando te repetir que todas as palmadas, sacudidelas de pó e castigos que te dei, magoaram-me cem vezes mais a mim do que a ti... 

publicado às 22:39

Cory Monteith - o Rescaldo

por Mi ♥, em 23.07.13
Sim, eu admito. Sou pessoa de ter como autora preferida de todos os tempos a Agatha Christie e depois ler Harry Potter's (para minha defesa, achei todos os livros super bem escritos, a par de uma história brilhante e vibrante em pormenores!) e Vampire stuff, and so on.

E também vejo Glee. Gosto das histórias, das personagens, principalmente das músicas, das interpretações! E não podia deixar de me "perder de amores" pelo estilo de menino desajeitado, fofinho e queridinho do Finn, a personagem do Cory.

Por isso custa-me. Opa, pronto, já disse... custa-me horrores saber que ele morreu! Durante uns dias ainda andei ali a esperançar que não tivesse relacionado com drogas, mas afinal foi isso mesmo. E, se me irrita que alguém possa ser tão auto-destrutivo, também fico profundamente angustiada por saber que há por aí no mundo uma rapariga de 20 e poucos anos, que trabalhava diariamente ao lado do seu namorado, que contracenava com ele, cujas personagens eram "O" par romântico da série, que têm imensas músicas e (imagino) momentos especiais e recordações e que agora vai ter que reviver tudo isso, SEM ELE.

Viver o mesmo personagem, as mesmas músicas, as mesmas cenas, sozinha. Enfrentando a morte de alguém tão próximo. E se imagino que será avassalador para alguém que pode tirar umas férias e desvincular-se das coisas que nos fazem lembrar aquela pessoa, posso só imaginar como ela terá que se mostrar forte.

Aí é que se vai ver o calibre da sua performance...



Tags:

publicado às 10:05

Mensagens


SOBRE A MI

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds



Mensagens

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031